Polícia PF deflagra operação para coibir lavagem de dinheiro e comércio ilegal de ouro

A Justiça Federal determinou o bloqueio de contas de 40 investigados, no valor de até R$ 614 milhões

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram nesta terça-feira (28) a Operação Lavagem de Ouro, para coibir a lavagem de dinheiro por parte de organização com atuação na extração e comércios ilegais de ouro.

 

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK – CLIQUE AQUI

A partir de representação da Polícia Federal, foram expedidos 52 mandados de busca e apreensão pela Justiça Federal em São Paulo, para endereços relacionados aos líderes do grupo investigado e aos principais intermediários atuantes na lavagem de ativos.

Os mandados foram cumpridos em nove estados da federação (São Paulo, Mato Grosso, Goiás, Pará, Paraná, Paraíba, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rondônia) e no Distrito Federal, com a participação de 208 policiais federais e 14 auditores da Receita Federal. Além disso, a Justiça Federal determinou o bloqueio de contas de 40 investigados, no valor de até R$ 614 milhões.

Foto: Polícia Federa

Em Mato Grosso estão sendo cumpridos 13 mandados de busca e apreensão: nove em Cuiabá, dois em Pontes e Lacerda, um em Matupá e um em Terra Nova do Norte.

Foram aprendidos, até o momento, aparelhos de telefonia móvel e computadores dos investigados, documentos relacionados ao comércio ilegal de ouro, além de ouro em diversos endereços.

Os crimes apurados são de lavagem de ativos, receptação qualificada, falsidade Ideológica, redução do pagamento de tributos federais, dificultar a ação fiscalizadora ambiental do poder público, por meio da omissão no pagamento de compensação financeira pela exploração de recursos minerais – CFEM, promoção de organização criminosa e usurpação de bem mineral da União.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE AQUI

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorMato Grosso registra 27 mortes e ocupação de UTIs sobe para 78%
Próximo artigoNova Mutum é sede do 1º Encontro de Avicultura na Região