Pesquisa aponta Mauro Mendes com 43% das intenções de voto e Procurador Mauro com 9%

Para o Senado, Wellington Fagundes (PL) tem 38% e Natasha Slhessarenko e Neri Geller estão empatados com 8%

(Foto: Ednilson Aguiar / O Livre)
(Foto: Ednilson Aguiar / O Livre)

Pesquisa do Instituto Big Time Real Data, divulgada nesta terça-feira (14), mostra o governador Mauro Mendes (União Brasil) na liderança das intenções de votos das eleições deste ano. Disputando a reeleição, ele teria 43% do eleitorado em Mato Grosso. Os números foram publicados pelo site Uol. 

Em seguida, aparece o Procurador Mauro (Psol), com 9%, e o ex-deputado federal Victório Galli (PTB), com 6%. Os números são de estimativa estimulada – quando os entrevistados recebem uma lista com os nomes dos concorrentes. 

Os dados, com margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, são entrevistas realizadas nos dias 12 e 13 de junho com 1,5 mil eleitores, por telefone. O índice de confiança é 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número MT-04447/2022 e custou R$ 20 mil. 

A pesquisa divulgada hoje é a primeira do instituto em Mato Grosso. Considerando a margem de erros, Mauro Mendes não seria reeleito no primeiro turno neste momento, pois a quantidade de votos para ele variaria entre 40% e 46%. 

As pessoas que disseram que votariam branco ou nulo somaram 18% e que as ainda não têm um candidato, 23%. 

Disputa ao Senado 

Conforme o Big Time Real Data, o senador Wellington Fagundes (PL) tem 38% das intenções de votos e seria reeleito com uma grande diferença para os demais candidatos. 

Em segundo lugar, aparecem empatados a médica Natasha Slhessarenko (PSB) e o deputado federal Neri Geller (PP), ambos com 8%. O produtor rural Antônio Galvan (PTB) aparece com 2%. 

Aqueles votariam branco ou nulo somaram 16% e os que não sabem ou não responderam, 28%. 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorRedução do ICMS no diesel, custo do frete pode fica mais barato
Próximo artigoSuspeito de esfaquear ex é encontrado morto com tiros na cabeça em MT