Corpo de mulher de 55 anos foi encontrado em milharal e 2 suspeitos são presos em MT

Em depoimento, o suspeito disse que enquanto segurava a vítima, o comparsa a matava à pauladas

foto: reprodução

A Polícia Civil esclareceu o desaparecimento de uma moradora da cidade de Curvelândia e prendeu dois suspeitos pelo homicídio da vítima. A mulher de 55 anos estava desaparecida desde o último domingo e o corpo foi localizado no meio de um milharal, nas proximidades do município, nesta quinta-feira (09).

As investigações iniciaram na terça-feira após  o filho da vítima registrar o boletim de ocorrências. Ele informou aos policiais que Ana Alves Pereira, de 55 anos, saiu de casa por volta das 20h do domingo para ir à Festa do Queijo, evento tradicional realizado pelo município de Curvelândia. Porém, a vítima não retornou para casa e não mandou notícias sobre o seu paradeiro.

Investigação

A equipe da Delegacia de Mirassol d’Oeste apurou informações em Curvelândia e na quarta-feira realizou diligências em um acampamento do Movimento de Trabalhadores Sem-terra nas proximidade do Rio Cabaçal. Um dos suspeitos, de 29 anos, estava no local e ao ver a presença dos policiais, fugiu para dentro da mata.

Nesta quinta-feira (09) à tarde, ele se apresentou espontaneamente na Delegacia de Mirassol d’Oeste. Em entrevista preliminar, o suspeito caiu em em contradição nas informações prestadas e acabou confessando a participação no homicídio, bem como deu informações sobre o outro envolvido no crime e indicou o local onde o corpo da vítima foi ocultado.

O delegado Matheus Prates explicou que, segundo o suspeito, no dia da festa em Curvelândia, os dois envolvidos no homicídio fizeram uso de drogas e depois foram até uma área mais afastada da cidade, onde há um milharal. No local, houve uma discussão entre a vítima e o outro suspeito, de 34 anos, motivada por ciúmes, uma vez que ambos tiveram um relacionamento anterior de nove anos.

Um dos suspeitos segurou a vítima, quanto o outro, com quem ele teve um relacionamento, foi a pessoa responsável em desferir os golpes com um pedaço de madeira.

O delegado encaminhou representação à Justiça pela prisão preventiva dos autores do crime, que foi deferida na noite de quinta-feira. Após exames de corpo de delito, a dupla será encaminhada a uma unidade prisional. Eles responderão por homicídio com qualificadora em feminicídio.

(Com informações da Assessoria)

 

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE

 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorNota de Falecimento
Próximo artigoPolícia Civil de Nova Mutum apreende mais de 43 kg de maconha em MT