Preço do etanol continua caindo em Mato Grosso

Segundo o vice-presidente do Sindipetróleo, a baixa no combustível é por conta da safra da cana

O preço do etanol em Cuiabá e Várzea Grande vem caindo dia após dia. Na segunda-feira (2), a média do litro na bomba era de R$ 4,35 em alguns postos de combustíveis. Já nessa sexta-feira (24), consumidores já estavam abastecendo com o preço chegando a R$ 3,89.

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK – CLIQUE AQUI

A novidade caiu “como uma luva” para os moradores da Grande Cuiabá, que não encontram gasolina por menos de R$6,69.

Segundo Claudyson Martins Alves, vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Mato Grosso (Sindipetróleo), a baixa no combustível é por conta da safra da cana. “A tendência é baixar mesmo, toda sexta-feira ele vai abaixar um pouquinho.”

“Agora está mais vantajoso abastecer com o etanol. Mas se com esse limite do ICMS o preço da gasolina também vai baixar e ficar mais viável, o preço do etanol deve ter mais uma baixa para conseguir vender”, prevê Claudyson.

Pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostrou que Mato Grosso é um dos quatro estados brasileiros onde abastecer com etanol é mais vantajoso. Também estão na lista Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

A conta é simples, basta multiplicar o valor do litro da gasolina por 0,7. Se o resultado for menor que o valor do litro do etanol, a gasolina é a melhor opção. Mas se, pelo contrário, o valor for menor que o do litro do biocombustível, então o etanol é a melhor alternativa.

Semanalmente, a ANP faz um levantamento dos preços dos combustíveis em todo o país. Na última atualização, o preço médio da gasolina comum em Cuiabá era de R$6,88. Já em Várzea Grande, o combustível chegou a R$6,76.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE AQUI

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorDesemprego chega a 9,4% em abril, menor patamar desde outubro de 2015
Próximo artigoPrefeito Leandro Félix fala do crescimento de Nova Mutum em entrevista a Rádio CBN