Volta às aulas: Procon encontra variação de 400% nos valores dos materiais escolares em Araguaína; veja lista

O Procon Tocantins realizou nos dias 27 e 28 de janeiro, em Araguaína, a pesquisa de preços do material escolar. Ao todo 81 itens foram pesquisados em 4 papelarias da cidade. A variação encontrada pelo órgão de defesa do consumidor foi de até 400% de um estabelecimento para outro.

Entre os produtos pesquisados estão; canetas hidrográficas, apontadores, borrachas, cadernos, colas em bastão e líquida, giz de cera, lápis preto e lapiseiras, marca texto, massas de modelar, réguas, tesouras, corretivos, papel, pincel e tinta.

Para o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, o alto percentual de variação demonstra também a importância da pesquisa realizada pelo órgão. Walter também reforça as causas da variação.

“A variação existe, isso é um fato. Alguns fornecedores possuem um custo maior com a logística para, enfim, chegar ao consumidor, o que justifica a variação. E é por isso que a pesquisa que realizamos é tão importante. Se o consumidor tem a oportunidade de saber onde aquele produto está mais em conta, certamente deve aproveitar de boa-fé os resultados para realizar a compra pagando o mínimo possível”, explica o superintendente.

Ranking

Os itens que atingiram a maior variação de preços foi o régua plástica (30 cm) cristal da marca Waleu, vendida entre R$ R$ R$ 0,50 e R$ R$ 2,50 e o apontador de lápis 1 furo AP410 da marca Tilibra, vendido entre R$ 1,00 e R$ 5,00, com variação de 400,00%.

Em segundo lugar ficou a caneta 0.4 Microline da marca Compactor, com variação de 350,00%, comercializada entre R$ R$ 1,00 e R$ R$ 4,50.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorEleições 2022: PT confirma candidatura própria no Tocantins e propõe maior desenvolvimento social no estado
Próximo artigoConheça Evoney Fernades: Influenciador de Palmas que faz vídeos humorísticos sobre o dia a dia de quem mora na Capital