Mãe “penhora” bebê como garantia de dívida com tráfico

Uma criança de dois anos foi resgatada pela Polícia, após ser deixada com traficantes pela mãe como “pagamento” de dívida com entorpecentes.

O fato aconteceu no Bairro Padre Onesto Costa, em Primavera do Leste (distante a 243 km de Cuiabá), na terça-feira (19). Ao todo, entre usuários e traficantes de drogas, nove pessoas foram presas.

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK – CLIQUE AQUI

A denúncia chegou à Polícia Militar por meio do Conselho Tutelar do Município, que foi informado de que uma criança havia sido deixada pela própria mãe em uma casa que funciona como boca de fumo para pagar dívidas com drogas.

A PM foi ao local junto com as conselheiras e confirmou a informação.

Logo na entrada da casa encontraram três suspeitos usando drogas, além de uma mulher na sala da residência.

Indagada, ela confirmou que em outra propriedade havia uma criança em cárcere sob os cuidados da filha dela. Disse ainda que a mãe do bebê foi para outra cidade se prostituir para pagar as dívidas.

O acordo feito era de que, quando o pagamento fosse realizado, a mãe recuperasse a criança.

Ainda no local, a Polícia fez uma varredura e encontrou R$ 774, drogas e três bicicletas, que os suspeitos não souberam informar a origem, além de uma quantidade de ácido bórico em um invólucro de plástico.

A suspeita informou o endereço do local onde a criança estaria e a Polícia foi até lá. Na residência, mais suspeitos foram encontrados, sendo dois escondidos embaixo de uma lona.

Ao todo nove pessoas foram presas. E a criança recuperada ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Os suspeitos devem responder pelos crimes de corrupção de menores, receptação, sequestro e cárcere privado, associação para tráfico de drogas e tráfico de drogas.
PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE AQUI

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

FONTEMÍDIA NEWS
Artigo anterior“festa julina” em Nova Mutum/MT
Próximo artigoPolícia Militar recupera carreta carregada de soja em MT