Tarifa de luz deve ficar 1,4% mais barata em MT a partir de amanhã

Mudança aprovada hoje pela Aneel deverá ressarcir consumidores de ICMS irregular cobrado na fatura nos últimos anos

Brasília - O consumo de energia elétrica no país fechou os primeiros três meses do ano com queda acumulada de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A tarifa da energia elétrica em Mato Grosso deve recuar 1,4% a partir de amanhã (27). A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (26), o percentual que será aplicado na redução do preço para ressarcir o consumidor de cobranças irregulares de imposto. 

 

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK – CLIQUE AQUI

As unidades consumidoras de baixa tensão terão recuo de 1,4% e as de alta tensão de 1,3%. As revisões serão aplicadas sobre revisão tarifária anual que entrou em vigor em abril, a mesma atualização que levou à apresentação de um projeto de lei, no Senado, para ressarcimento. 

Conforme o senador em exercício, Fábio Garcia (União Brasil), autor do projeto, em Mato Grosso os consumidores pagaram cerca de R$ 1,2 bilhão a mais nos últimos anos. Essa quantia foi cobrada por meio do ICMS embutido no PIS/Cofins na fatura de luz. No Brasil, o crédito está calculado em R$ 60 bilhões. 

O Supremo Tribunal Federal decidiu em 2017 que o ICMS cobrado das distribuidoras de eletricidade não deve compor a base de cálculo do PIS/Cofins incidente sobre as tarifas.   

 

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE AQUI

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorANIVERSÁRIO DE 34 ANOS DE NOVA MUTUM
Próximo artigoCACs: MP questiona lei estadual que flexibiliza porte de arma de fogo