Homem é preso por provocar o aborto da própria esposa e jogar bebê no lixo

Mãe foi levada para o hospital com hemorragia e está em estado grave; pai levou o bebê ao hospital em saco de lixo

Um homem de 51 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nessa terça-feira (5), em Lucas do Rio Verde (330 km de Cuiabá), suspeito de fazer um aborto na própria esposa.

 

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK – CLIQUE AQUI

A mulher, de 42 anos, deu entrada no Hospital São Lucas nessa terça-feira (5) com forte hemorragia, afirmando não saber porque estava sangrando. Ela passou por avaliação e a equipe médica percebeu que, aparentemente, ela havia passado por um aborto provocado.

Ela foi questionada sobre onde estava o bebê e, a princípio, negou o aborto. Após insistência, porém, ela confessou e disse que a criança estava com o marido.

Uma médica ligou para o marido, que também negou a existência de um bebê, mas, por fim, confessou que havia jogado a menina no lixo.

A profissional pediu que ele trouxesse o corpo e ele entregou a menina dentro de um saco de lixo. A bebê já tinha 26 semanas, pesava 1,1 kg e teve o cordão umbilical cortado.

O hospital acionou a Polícia Civil. Questionado, o marido da mãe confirmou o que já havia falado para a equipe médica. A mulher não pôde ser ouvida devido ao seu estado de saúde.

A mãe precisou passar por cirurgia para conter a hemorragia decorrente do aborto. Ela já recebeu várias bolsas de sangue e está em estado grave.

Um casal de filhos da mulher, uma adolescente de 17 anos e um rapaz de 19, foi ouvido pelo delegado Eugenio Rudy Jr, e o marido foi preso.

Ele negou que tenha praticado o aborto na esposa. Ainda assim, diante do apurado, ele foi autuado em flagrante pelo crime de aborto qualificado e será apresentado em audiência de custódia da Justiça nesta quarta-feira (6).

O corpo do bebê foi encaminhado para necrópsia. O Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e à Mulher, da Polícia Civil, investiga o caso.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE AQUI

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

FONTEKarina Cabral/ o livre
Artigo anteriorBolsonaro assina decreto que autoriza nova licitação para concessão da BR-163
Próximo artigoAnvisa mantém proibição da venda de cigarros eletrônicos