Argentina aplicará vacinas do Covid-19 vencidas na população

Alguns desses medicamentos podem ter passado até mais de 12 meses do prazo original de validade

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Em uma decisão polêmica, a Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica da Argentina (Anmat) estendeu a data de validade de vacinas contra a covid-19.

 

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK – CLIQUE AQUI

De acordo com o órgão, os medicamentos vencidos não oferecem risco à saúde humana.

A decisão prorrogou o prazo para até 12 meses depois da data marcada no registro do produto. Dessa forma, muitos medicamentos aplicados podem estar mais de um ano vencidos.

Desde que tomou a decisão, o órgão tem recebido críticas e denúncias da oposição do atual governo socialista do país.

Nota do órgão

Em nota, o órgão declarou que realizou “estudos de estabilidade” antes de aumentar o prazo de validade do medicamento.

Entretanto, a decisão do órgão não recebe amparo dos laboratórios que estabeleceram o prazo de vencimento dentro das propriedades de cada dose da vacina.

 

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM-INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) – CLIQUE AQUI

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Artigo anteriorGoverno suspende atividades de 180 empresas por telemarketing abusivo
Próximo artigoJustiça bloqueia R$ 730 mil de sete suspeitos por desvio de recursos em órgãos de Cuiabá